Difference: ProjetoDeImplementaçãoDeVideoconferência ( vs. 1)

Revision 131 Mar 2009 - AristonEduao

Line: 1 to 1
Added:
>
>
META TOPICPARENT name="IrecêCidadeDigital"
-- AristonEduao - 31 Mar 2009

Projeto de Implementação de Videoconferência

Redação inicial: Wagner Saback Dantas. Contribuição: Daniel Macêdo Batista

Introdução

As redes de computadores permitem essencialmente que máquinas usuárias de sua infra-estrutura e localizadas a priori em localidades geográficas distintas possam trocar informações entre si. Sua importância está na possibilidade de potencialização dos recursos existentes em cada entidade conectada na rede de comunicação, através do uso dos serviços oferecidos por esta.

Como parte desses serviços, a transmissão de áudio e vídeo e a videoconferência viabilizam a comunicação entre computadores da rede por meio de áudio e vídeo basicamente. Outras opções de recursos também podem ser utilizadas, como o texto e o compartilhamento de aplicativos. As possibilidades de aplicações de videoconferência no âmbito da rede refletem a sua relevância perante à comunidade em geral. Alguns exemplos de aplicações do tipo são encontrados na telemedicina, educação à distância e teleconferência entre organizações.

Esta seção apresentará alguns conceitos relacionados às transmissões na rede e à videoconferência. Mais adiante, serão apontadas algumas soluções para videoconferência com software livre. Vale ressaltar que o rol de ferramentas aqui citado não é exaustivo, podendo, portanto, se estender à medida que novas alternativas de softwares forem encontradas. Por fim, as referências utilizadas.

Conceitos e Terminologias

Uma videoconferência é considerada como um encontro formado por pessoas que estão em locais diferentes, mas como se estivessem em um mesmo local. As sessões de comunicação estabelecidas entre usuários numa videoconferência podem ser ponto-a-ponto (diretamente entre usuários) e multiponto (comunicação mútua entre vários usuários) e por difusão ou broadcast (sessão de comunicação onde um dos elementos de comunicação em sua maior parte do tempo envia informação e os demais somente recebem).

Em síntese, as ferramentas utilizadas em uma vídeoconferência são:

* Ferramentas audiovisuais (câmeras digitais, microfone, fones de ouvido, etc.)

* Opcionalmente, como suportes auxiliares na colaboração, texto (chat), compartilhamento de aplicações, compartilhamento de documentos, quadro branco, etc..

Na rede mundial de computadores, a Internet, o padrão adotado para transmissão audiovisual é o H.323, de acordo com a ITU ( International Telecommunication Union ). O H.323 compreende um conjunto de normas necessárias para interoperabilidade entre aplicações de áudio e vídeo em redes baseadas no protocolo IP.

Alguns elementos estão definidos na arquitetura H.323. São eles:

* Terminais: são os pontos periféricos ( endpoints ) da arquitetura. Tipicamente, as máquinas ou outros dispositivos clientes.

* Multipoint Control Unit ou MCU: elemento da arquitetura que serve de ponto de encontro ( rendezvous ) para a sessão de comunicação.Possui opcionalmente mecanismos de identificação e autenticação de usuários.

* Gatekeeper : dispositivo que permite o ingresso na sessão de comunicação mediante os processos de controle de ingresso de usuários. É provido de dispositivos de identificação e autenticação de usuários.

Soluções de Software Livre para Videoconferência

Referências

* Videoconferência: Material de referência. GT de aplicações educacionais da RNP. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. 2002-2003.

* Videoconferência para comunidade acadêmica brasileira. Rede Nacional de Pesquisa (RNP).

 
This site is powered by the TWiki collaboration platformCopyright &© by the contributing authors. All material on this collaboration platform is the property of the contributing authors.
Ideas, requests, problems regarding TWiki? Send feedback